A A2000 está aqui para abrir portas!

Gonçalo Novais

Num mês em que começaram a operar-se no terreno novos projetos da A2000 cofinanciados pelo INR (Instituto Nacional para a Reabilitação), a nossa Associação continua a destacar-se na capacidade de promover a integração socioprofissional de públicos socialmente desfavorecidos, especialmente vulneráveis em situações de crise como a que vivemos.

Perante os tempos difíceis e exigentes que nos esperam, SENSIBILIZAR e INTEGRAR são duas das aspirações que nós, pessoas com deficiência e incapacidade (PCDI), esperamos das entidades e instituições que têm como missão “formar, capacitar e inserir social e profissionalmente” pessoas deste público-alvo, como é o caso da A2000.

SENSIBILIZAR porque importa chamar a atenção para a realidade difícil das condições de vida das PCDI em Portugal. Colocadas entre um Estado Social com recursos insuficientes para garantir condições básicas dignas em termos de apoio social e a escassez de oportunidades de realização profissional às vezes por puro preconceito e discriminação, as PCDI precisam de sentir o apoio de instituições que façam eco das suas capacidades, competências, sonhos, aspirações, problemas e dificuldades. Precisam de se sentir parte integrante de uma comunidade que os ouça e integre, e que praticamente lhes diga: “ESTAMOS AQUI para vos ajudar. O que podemos fazer por vós?”.

INTEGRAR porque «abrir portas» é a face visível de todo este trabalho e da visão que a A2000 quer transportar para a sociedade. Abrir portas à dignificação das condições de vida das PCDI que, por força de quadros clínicos muito complexos, têm nas prestações sociais a via a melhorar, substancialmente, para que possam ver plenamente asseguradas e satisfeitas as suas necessidades e direitos fundamentais; abrir portas de realização profissional às PCDI que podem (e querem!) fazer do seu trabalho a forma de se realizarem como pessoas e ser parte ativa do progresso das comunidades onde vivem.

Até porque a inclusão socioprofissional, a empatia e a solidariedade têm um valor económico incalculável, na forma eficaz como combatem a pobreza e as desigualdades sociais e promovem o bem-estar e a felicidade dos cidadãos que é, apesar de tudo, o principal objetivo da nossa existência como pessoas. Na A2000, estamos e estaremos sempre aqui para abrir portas a uma sociedade mais justa e inclusiva!

Gonçalo Novais, Técnico da A2000

Notícias Relacionadas

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024
Skip to content