“A FAMÍLIA É O LUGAR ONDE COMEÇA A VIDA E O AMOR NUNCA ACABA.“

Atividades com clientes em sala e ao ar livre

Maio. Neste mês as opções de trabalho foram imensas, mas em Tabuaço e Armamar optamos por trabalhar o tema da Família, que se assinala a 15 de maio.

É no ambiente familiar que conhecemos os nossos primeiros valores e recebemos as primeiras regras sociais. Aprendemos a perceber o mundo, damos início à nossa identidade e somos introduzidos no processo de socialização. Por isso, é tão comum comportarmo-nos como os nossos pais e avós, tendo traços da personalidade e atitudes muito semelhantes.

À volta do tema da família, tentámos perceber como é a dinâmica familiar de cada um.

Assim, em Tabuaço criámos a “árvore da família”, em que cada um colocou os nomes das pessoas que a constituem, incluindo os animais de estimação, pois estes também fazem parte da nossa vida.

Depois de um interessante debate, jogamos à Teia da Família, dinâmica em que cada um indica uma aprendizagem que tenha sido feita em Família e, posteriormente, criámos a Flor da Família, em que cada pétala representa uma função/valor que a Família nos transmite, como seja a Proteção, Educação, Harmonia…etc. A par disso, utilizámos as novas tecnologias, designadamente os computadores e tablets, para efetuamos pesquisas sobre os vários tipos de famílias que existem atualmente. Houve ainda tempo para fazermos um bolo de caneca para um lanche diferente e apetitoso! Todas as segundas-feiras de manhã, temos ainda a oportunidade de ter aulas de música com o prof. Tiago Gomes, da Câmara Municipal de Tabuaço. Nestas aulas, dançamos muito. Por vezes, tocamos instrumentos e ficamos com noções de como se pode fazer música até com instrumentos/materiais que utilizamos no dia-a-dia, como é o caso de um simples cano de plástico. Gostamos muito!

Em Armamar, tivemos a oportunidade de começar o dia com aulas de ginástica com os professores, Carlos e Alexandra, da Câmara Municipal de Armamar, às terças e quintas-feiras, respetivamente, o que nos dá logo muita energia para trabalharmos durante o resto do dia. Também aqui tivemos debates e dinâmicas de grupo à volta do tema da Família e criámos o “O Lar Ideal” da Família. Construímos de raiz uma casa 3D em cartão, com todas as divisões e respetivas mobílias e decoração. Ficou linda!

Cada um criou a sua própria “Flor de Família”, escolhendo as pétalas com os valores que melhor representam a sua Família. Pesquisámos igualmente imagens e textos na internet sobre o tema e jogámos alguns jogos online para descontrairmos.

Porque maio também é o mês do coração promovemos, nos dois concelhos, alguns hábitos saudáveis para prevenir doenças cardiovasculares. Fizemos um debate abordámos sobre o tema e foram entregues algumas dicas de prevenção para cada um levar para casa.

Já por terras de Murça, inspirados no feriado municipal (8 de maio), o nosso mês iniciou-se com a abordagem à Lenda da Porca de Murça. Vimos um vídeo, elaborámos o nosso próprio livro ilustrado sobre a lenda, visitámos o monumento da Porca de Murça e ainda construímos pequenas porcas, decoradas a nosso gosto, para expormos junto ao monumento.

Mas maio é também o mês do coração e, como tal, começámos por rever os cuidados que devemos ter para um coração saudável. Com estes princípios em mente, elaborámos um cartaz com dicas de cuidados a ter para expor na Residência de Estudantes, onde decorrem as nossas atividades. Para um maior aprofundamento do tema, recebemos a visita dos enfermeiros Laurinda e Miguel Plácido que nos falaram sobre a roda dos alimentos e sobre dicas e a importância de uma alimentação saudável. Com o que aprendemos, construímos a nossa própria Roda dos Alimentos, preparámos os nossos próprios pratos e confecionámos waffles saudáveis. Por último, verificámos ainda os valores da nossa tensão, para que possamos regular a alimentação e realizámos exercício físico e uma caminhada pela Vila, de forma a mantermos o nosso coração saudável.

Com as aprendizagens deste mês concluímos que, mais do que saber os cuidados necessários para adquirir hábitos saudáveis, o mais importante é colocá-los em prática e cuidar deste primeiro lar, que é o nosso corpo.

Sabendo que não existem famílias perfeitas, interessa salientar que o importante é o respeito mútuo, a consideração pelos mais velhos e os direitos e deveres que todos devemos cumprir.

Alexandra Santos e Olinda Coutinho, Técnicas da A2000

Notícias Relacionadas

DOADOR DO MÊS DE JULHO

10 de Julho, 2024

DOADOR DO MÊS DE JULHO

10 de Julho, 2024

DOADOR DO MÊS DE JULHO

10 de Julho, 2024
Skip to content