A GAGUEZ NAS CRIANÇAS (PARTE II) A GAGUEZ TRANSITÓRIA

Saiba, primeiro que tudo, que existe uma gaguez que é denominada transitória.

Esta gaguez aparece entre os 2 e os 5 anos e é caracterizada por pausas, hesitações, interjeições, reformulações e repetições de frases ou partes de frases. Nesta fase das suas vidas, as crianças estão a absorver novos conceitos, palavras, regras morfossintáticas e pragmáticas a grande velocidade e a aprender de que forma é que estas aprendizagens se interligam entre si que, por esta razão, é normal que necessitem de mais tempo para se organizar e, eventualmente, mudar de ideias em relação ao que estão a dizer, até mesmo a meio do seu discurso. Importa sublinhar que, frequentemente, o facto da criança ter estes comportamentos, não significa que seja incapaz de ultrapassá-los por si só e que possa vir a ser uma criança que gagueja.

Como devo proceder nestes casos?

Caso se encontre nesta situação aqui vão algumas dicas:

· Não corrija a criança, principalmente no momento em que se dá a disfluência. É muito importante que a mesma não sinta haver qualquer problema com a sua oralidade;

· Procure falar de temas mais concretos e menos abstratos;

· Opte por realizar perguntas diretas à criança e cada uma no seu tempo, em vez de realizar várias perguntas de uma vez só;

· Não peça à pessoa que gagueja para ter calma ou pensar no que vai dizer;

· Mostre-se interessado no conteúdo do que lhe está a ser dito em detrimento do modo como lhe dizem;

· Aguarde pela sua vez de falar, deixando a pessoa que gagueja terminar o que pretende dizer;

· Não procure terminar as frases ou palavras que a pessoa que gagueja está a dizer;

· Não valorize a gaguez como algo pejorativo, abordando-a com naturalidade e como sendo uma característica da pessoa e não um problema;

· Deixe a criança desenvolver a sua oralidade ao seu ritmo. É muito importante a criança ter tempo e confiança para se expressar e “experimentar” os novos conhecimentos que adquire no seu dia-a-dia. Saiba que se a criança o faz consigo, é porque confia em si para tal.

Pedro Barros, Terapeuta da Fala da A2000

Notícias Relacionadas

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024
Skip to content