A nossa missão, a missão da A2000…

Sandra Pinto

Vivemos um momento de mudança na A2000, estamos no final de mais um ano e início de outro…. Pareceu-me perfeita a reflexão sobre a nossa missão, a missão da A2000 neste contexto de mudança e como um balanço de final de ano e desafios para o próximo ano.

No século XVIII, Voltaire, o pai do liberalismo que se empenhou na luta contra a intolerância religiosa e toda e qualquer intolerância de opinião, que então se vivia na Europa, escreveu “Ninguém é tão grande que não possa aprender, nem tão pequeno que não possa ensinar”. É nas sábias e perpétuas palavras de Voltaire que se encontram os tijolos e cimento dos pilares desta nossa nobre missão na A2000.

A intolerância de opinião do Séc. XVIII sobreviveu ao moroso passar dos anos e prossegue, manifestamente, no nosso século de forma clara e indubitável. A nossa sociedade globalizada do Séc. XXI continua igualmente intolerante, intolerante à diferença, intolerante a quem se desvia dos padrões de normalidade, fatalmente impostos e que nos invadem a vida sem pedir licença para entrar.

Nesta sociedade feita de intolerâncias, a intolerância à pessoa com deficiência continua viva e diariamente expira bafos de preconceito e discriminação para os nossos clientes, cidadãos com incapacidade ou deficiência. 

É nesta sociedade de intolerância que nós labutamos e nos deparamos com incontáveis dificuldades, algumas contadas e outras tantas que ficaram por contar… As dificuldades são novas a cada dia, porque a cada dia surge um novo inesperado e um novo desconhecido. Sempre que somos confrontados com uma dificuldade, seja ela qual for, a melhor sugestão de comportamento é… Parar, respirar fundo, partilhar com a equipa, pensar e trabalhar. O que fazer? Não há segredos secretos, mas o simples segredo de trabalhar com amor! 

Fossem os nossos clientes peças estandardizadas que se encaixassem, preferencialmente na perfeição, no puzzle da normalidade, e a missão da A2000 na sua integração socioprofissional seria idílica. Mas não é, é uma caminhada sinuosa, mas altamente gratificante, até ao destino da integração socioprofissional dos clientes. E, nós, afincadamente trabalhamos, não pela ambição de mudar a sociedade, mas pela honrosa missão de mudar a vida daqueles que por nós passam.

Somos pequenos, é um facto, mas como um dia Voltaire escreveu “Os infinitamente pequenos têm um orgulho infinitamente grande” e nós temos um orgulho infinitamente grande na nossa missão.

Sandra Pinto, Formadora da A2000

Notícias Relacionadas

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024
Skip to content