A2000 assinou Contrato PARES 3.0  

100 novos clientes e mais 55 postos de trabalho

Decorreu no dia 28 de julho a cerimónia de assinatura e entrega dos contratos PARES 3.0 (Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais – 3ª Geração), com a presença da Sra. Secretária de Estado da Inclusão, Dra. Ana Sofia Antunes, que formalizou uma nova grande etapa na vida da A2000.

Com efeito, a A2000, representada pelo Presidente da Direção, António Ribeiro, e pela tesoureira, Soledade Mesquita, assinou um protocolo que se materializará no apoio a mais 100 pessoas com deficiência ou incapacidade (PCDI), em novas respostas sociais, mais concretamente: 2 Lares Residenciais (60 PCDI), 1 CACI – Centro de Atividades e Capacitação para a Inclusão (30 PCDI) e 2 Residências Autónomas (10 PCDI). O investimento total previsto é de 2.295.340,00 € + IVA, dos quais 1.610.571,00 € são assegurados por financiamento público. Assim, compete à A2000 assegurar o montante global de 948.733,10€ (684.769 € + 263.964,10 (50% do IVA da totalidade)).

Para o presidente da A2000, é um momento de confirmação de uma visão de futuro que há muito era perseguida e partilhada por todos. “Este protocolo é o resultado do trabalho de muita gente, técnicos, dirigentes, sócios, parceiros e clientes, que ajudaram a A2000 a crescer como cresceu ao longo destes 22 anos. Foram tempos de muita luta e trabalho árduo, mas feitos de muitas conquistas, que fazem de nós uma das mais abrangentes instituições sociais do país, presente em 16 concelhos e quatro distritos. Agradecemos de coração a todas as pessoas que desmedidamente se aplicaram neste mega-projeto. Agora, é tempo de abraçarmos este novo grande desafio, que nos tornará uma referência ainda maior no setor social da região. Temos assim uma maior responsabilidade entre mãos.”

Por falar em desafios, o primeiro será uma enorme intervenção de fundo no edifício-sede da A2000 (em Poiares – Peso da Régua), que permita albergar as novas respostas e levará a uma reorganização de fundo das instalações. “Durante os próximos dois anos, a sede da A2000 vai estar permanentemente em obras. Desde logo, porque vamos adaptar a antiga residência dos Salesianos, com um custo estimado de 325.000 + IVA, no sentido de mudar para lá os atuais serviços da A2000, exceto a resposta social CAARPD (Centro de Atendimento, Acompanhamento e Reabilitação Social para Pessoas com Deficiência ou Incapacidade) que funcionará no seu espaço habitual. Depois, serão intervencionados por completo os pisos zero, 1 e 2 do edifício principal e maior. Tudo isto vai requerer um enorme esforço quer de adaptação dos nossos serviços (porque continuamos a trabalhar), quer da capacidade financeira da A2000, pois precisamos de acautelar a parte que nos compete para as duas obras e que, no global, andará à volta de 1.400.000,00.”, sublinhou António Ribeiro.

 O principal aspeto realçado pelo presidente da A2000 está relacionado com o enorme impacto económico e social da concretização destes projetos. “Este novo ciclo da A2000 vai ter um enorme impacto na região. Estamos a falar de respostas sociais que vão atender mais 100 clientes, bem como de 55 novos postos de trabalho para pessoas da região. Com a materialização destes projetos, a A2000 concretiza uma visão de futuro que tinha para si própria e ganha uma abrangência e dimensão que vão contribuir para melhorar a vida das PCDI que atendemos, gerar riqueza e valorizar o território. Estamos muito felizes e entusiasmados com esta nova etapa, mas vamos continuar a precisar do forte apoio das entidades locais e parceiros, para conseguirmos ser cada vez maiores e melhores no cumprimento da nossa missão de apoiar os socialmente mais desfavorecidos da região. Estamos muito felizes, mas conscientes do enorme trabalho e responsabilidade que nos espera. Serão 24 meses muito duros”.

Gonçalo Novais, técnico da A2000

Notícias Relacionadas

DOADOR DO MÊS DE JULHO

10 de Julho, 2024

DOADOR DO MÊS DE JULHO

10 de Julho, 2024

DOADOR DO MÊS DE JULHO

10 de Julho, 2024
Skip to content