ENTÃO É NATAL!!!

Imagem ilustrativa - IPI

O mês de dezembro é muito aguardado pelas crianças, devido ao Natal!! Escrever a carta ao Pai Natal, esperar pelos presentes.

Mas, nesta época, em vez de se desembrulharem presentes, deviam-se desembrulhar sentimentos e emoções!! Este Natal, em que as famílias vivem mais uma vez uma época atípica, marcada pela pandemia e distanciamento, importa sentir e fazer sentir mais do que dar e receber bens materiais. Devem trocar-se os bens materiais por bens essenciais, os brinquedos por brincadeiras.

Nesta altura de restrições, que não se limite o tempo passado com as nossas crianças. Que nos permitamos acompanhar e fazer parte do seu crescimento, que partilhemos as suas aprendizagens e subamos ao pódio a cada conquista e que possamos ajudar a cada derrota ou frustração, mostrando que estarmos presentes é o melhor presente a desembrulhar!!

Desejo que neste Natal se iniciem novas tradições, que se criem momentos únicos e se proporcionem emoções às nossas crianças e às nossas famílias.

Um Natal feliz não precisa de muitos presentes debaixo da árvore, mas sim de muitos momentos presentes, não só nesta época como ao longo de todo o ano que em breve se inicia!!

ANO NOVO

COMPORTAMENTOS VELHOS!?

Todos tendemos a fazer promessas e idealizar uma nova vida a cada ano que inicia. A alimentação que vai ser mais saudável, o exercício físico que vai ser mais frequente, o trabalho que vai ser mais organizado ou a família e amigos que serão mais vezes contactados e visitados. A verdade é que na maioria das vezes o ano inicia e continuamos com os mesmos comportamentos que no anterior. Todos os anos se repetem os mesmos sentimentos que prometemos abolir, tais como frustração e tristeza. A ideia de que não somos capazes e por isso não temos valor continua a assombrar-nos.

Mas que exemplos queremos dar às nossas crianças!?

Como podemos pedir-lhes que tentem se lhe mostramos como é fácil desistir!?

As mudanças não têm que ser visíveis para todos, não precisam de ser enormes e muito menos “aprovadas” pelos outros. Podem ser pequenas e com resultados a longo prazo. Estas mudanças e esta capacidade de manter e melhorar comportamentos vai tornar-nos mais fortes e capazes, e vai tornar os mais pequenos mais confiantes e, também eles, capazes de mudar e melhorar.

Faça uma lista de tarefas para realizar ao longo do ano, envolva a família e mostre às crianças o processo de mudança. E, acima de tudo, acredite em si!!

Que o todos os novos anos sejam repletos de pequenas mudanças e grandes conquistas!!

Joana Ferreira, Psicóloga

Notícias Relacionadas

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024
Skip to content