Integrações Profissionais – Filipe Alexandre Braga

Filipe Alexandre Braga

O Filipe Alexandre Braga está integrado profissionalmente na Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Cheires, na freguesia de Sanfins do Douro, concelho de Alijó. 

O percurso do Alexandre na A2000 fez-se em articulação com o serviço de Apoio à Colocação que, face à análise das competências do jovem e da sua experiência profissional, marcada pela passagem por uma outra corporação de bombeiros do concelho, colocou-o a fazer uma experiência laboral em Cheires, até ser tomada a decisão de avançar para uma medida ativa de emprego para integrar o agora trabalhador na estrutura, mais concretamente num Contrato Emprego-Inserção + (CEI+).

Nas suas declarações à nossa revista a propósito do seu processo de integração, o Alexandre descreveu as funções que lá exerce. “Faço muita coisa na corporação! Desde transportes de utentes aos hospitais de Vila Real e Lamego, até à limpeza das viaturas e espaços do quartel. Faço o que me pedem, embora o transporte de doentes seja o meu trabalho principal. Fui bem recebido pelos colegas e estou a esforçar-me para conseguir dois objetivos principais, o primeiro dos quais conseguir estabilizar a minha vida profissional na corporação, e o segundo o de ser promovido a Bombeiro de 2ª, uma vez que pretendo completar a carreira. Agradeço à A2000 ter-me apoiado nesta integração, e recomendo a outras pessoas que peçam ajuda a esta Associação, caso precisem de encontrar uma oportunidade”, referiu, ao vincar o seu compromisso de dar o seu melhor para mostrar o seu valor. 

Luísa Fonseca, Bombeira de 2ª que monitoriza o trabalho do Alexandre na corporação, falou dos motivos que estiveram por detrás da incorporação deste agora colaborador. “Houve várias razões que nos levaram à integração do Alexandre, desde logo a necessidade de ter mais uma pessoa no serviço. Depois, ficámos com muito boa impressão dele aquando da primeira passagem por aqui, em que realizou o estágio pela A2000. Independentemente das limitações que o Alexandre tem, que o impedem de fazer certos serviços, o facto é que ele é extremamente prestável, com boas relações com todos os colegas de trabalho, e uma grande mais-valia para nós. Além de tudo isto, trata-se de mais um jovem da nossa terra, com capacidades, e que temos de ajudar a fixar”, referiu, além de revelar a facilidade de adaptação do Filipe Alexandre Braga à dinâmica de funcionamento da corporação.

“A corporação e os colegas receberam o Alexandre muito bem. Já o conheciam dos tempos em que ele prestava serviço nos Bombeiros de Alijó, e a ambientação foi fácil. Quanto à população, rapidamente foi ultrapassada a estranheza de lidar com uma pessoa nova, porque ele é muito atencioso com os utentes, principalmente os mais idosos. De um modo geral, estamos muito contentes com o trabalho dele”.

FILIPE ALEXANDRE BRAGA

A terminar, Luísa Fonseca deixou um apelo para que mais entidades se juntem a esta missão de integrar profissionalmente, de forma cada vez mais plena, pessoas com deficiência ou incapacidade nos vários domínios de atividade. “O trabalho que temos feito em articulação com a A2000 no âmbito destas integrações não merece qualquer reparo, e é muito importante no sentido de nos esclarecer quaisquer dúvidas de como devemos aceder a medidas de apoio ao emprego e ajudar estas pessoas a desenvolver as suas capacidades de trabalho. Faço, a este propósito, um apelo às entidades para integrar profissionalmente estas pessoas. Trata-se de gente trabalhadora, disponível para mostrar serviço e que acaba por dinamizar a economia local, em virtude de ter rendimentos que lhes possibilitem ser consumidores de bens e serviços. Integrar pessoas com necessidades específicas no mercado de trabalho é uma boa aposta na promoção da qualidade de vida da população”.

Ana Augusto e Gonçalo Novais, Técnicos da A2000

Notícias Relacionadas

DOADOR DO MÊS DE JULHO

10 de Julho, 2024

DOADOR DO MÊS DE JULHO

10 de Julho, 2024

DOADOR DO MÊS DE JULHO

10 de Julho, 2024
Skip to content