Novas respostas sociais e 80 postos de trabalho são ambição da A2000 para Poiares

Dirigentes e colaboradores da A2000 reunidos nas instalações da nova sede da A2000 em Poiares

A Associação 2000 de Apoio ao Desenvolvimento – A2000 quer criar novas respostas sociais, oitenta postos de trabalho, e toda uma nova dinâmica social, desportiva e cultural em Poiares, a partir de ontem a nova “casa” da associação.

Num discurso realizado à margem de uma Assembleia Geral Extraordinária no dia 17 de outubro, que deliberou a transferência da sede para a Rua São João Bosco, nº 478, 5050-347 Poiares – Peso da Régua (antigo Colégio Salesiano), o presidente da A2000, António José Ribeiro, partilhou com colaboradores e entidades presentes as ambições que a associação tem para o novo espaço. “Neste edifício em que nos encontramos, tencionamos criar um conjunto de novas respostas sociais, numa visão para o futuro assente na construção de dois lares residenciais, duas residências autónomas e um Centro de Atividades Ocupacionais (CAO), que vai atender e envolver uma centena de pessoas com deficiência ou incapacidade, que acrescem à capacidade atual da associação. Estimamos que estas respostas sociais poderão gerar mais de 80 postos de trabalho”, assegurou o dirigente associativo, que enalteceu o empenho dos colaboradores nesta fase de transição, bem como do município do Peso da Régua e da União de Freguesias de Poiares e Canelas, por toda a ajuda prestada nesta fase sensível.

Presentes no evento estiveram dois presidentes de juntas de freguesia reguenses cujo envolvimento com a A2000 é, nesta altura, mais intenso. Para Paulo Primo, Presidente da União das Freguesias de Poiares e Canelas, este dia serviu também para formalizar um protocolo de colaboração com a A2000, assente, entre outras, em medidas de priorização de contratação de pessoal e fornecedores dentro das localidades da freguesia, de criação de uma agenda cultural e desportiva regular, nas instalações da associação, aberta à população, ou na cedência de espaços a coletividades poiarenses e canelenses, que queiram desenvolver atividades desportivas, recreativas e culturais. A criação de uma unidade de Espaços de Convívio do Gabinete Psicossocial (GPS) da A2000 também faz parte desta parceria. No seu discurso, o autarca frisou o desejo de ver esta associação a tornar-se uma das maiores do Norte do país, e solicitou à Direção da A2000 um espírito de parceria e colaboração com as demais entidades da união de freguesias, nomeadamente na área social. Por seu turno, Eduardo Ermida, presidente da União de Freguesias de Galafura e Covelinhas, enalteceu a importância que o Espaço de Convívio já tem para a população idosa do seu território, apontando-o como uma mais-valia da colaboração que as duas entidades já apresentam.

Por fim, o presidente da Câmara Municipal do Peso da Régua, José Manuel Gonçalves, partilhou “a enorme satisfação” com que recebe a A2000 no concelho. “Quando uma associação chega a um momento em que quer crescer, e tem ambição para tal, deve aproveitar as oportunidades que aparecem. Quando isso acontece, toda a região beneficia com isso, até porque acredito que, no Douro, temos que trabalhar cada vez mais em rede, em prol do desenvolvimento regional que ambicionamos”, começou por referir, antes de mostrar a sua crença no potencial do projeto de uma associação com quem deseja colaborar de forma bastante próxima. “Quando este projeto me foi apresentado, fiquei com os olhos a brilhar. Senti algo com viabilidade para o futuro, que estava ali a surgir. Tendo em conta o trabalho que a A2000 já fazia na região, coloquei o meu empenho no andamento do processo, pois estou plenamente convencido de que este projeto tem pernas para andar. No nosso território, precisamos de instituições que trabalhem nestas áreas e, numa altura em que são tão debatidas as questões da desertificação e das assimetrias de desenvolvimento entre o litoral e o interior, a área social é uma vertente em que podemos ser mais competitivos, até no sentido de trazer gente para cá”.

De referir que o raio de ação da A2000, enquanto entidade de âmbito regional, abrange 14 concelhos de quatro distritos. Para além da sede, as novas instalações servem os concelhos do Peso da Régua, Santa Marta de Penaguião, Mesão Frio, Vila Real, Sabrosa, Alijó, Murça e Carrazeda de Ansiães. A A2000 continua presente, com instalações próprias, nos concelhos de Chaves, Baião, Resende, Armamar, Tabuaço e Mondim de Basto.

Gonçalo Novais, Técnico da A2000

Notícias Relacionadas

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024
Skip to content