“O MEU OLHAR SOBRE A A2000”  

Sofia Borges - Coordenadora do CLDS 4G Murça Milhões de Esperanças

Quando o nosso Presidente me lançou este desafio, li o tema e sabia apenas que seria um editorial! E pensei… na forma como vejo  e verei a A2000 num futuro próximo!

Até que, no momento em que paro para escrever, ao ler novamente a frase “O meu olhar sobre a A2000”, refleti!

A A2000, como a designamos, é uma instituição que intuitivamente sabemos que foi fundada no ano 2000, pelo que contamos então com 22 anos de existência.

Imaginam o que é ter um «know-how» de intervenção social de 22 anos?

Vamos desmistificar isto por coisas simples!

O «know-how» é o “saber como”. Está diretamente relacionado com a habilidade e eficiência na execução de determinados serviços e,  neste nosso caso em particular, da missão institucional, constituída pelos vários serviços e respostas sociais que desenvolvemos.

Então, isto significa que juntos temos um conjunto de conhecimentos especializados (fórmulas secretas, informações, tecnologias, técnicas, procedimentos, entre outros) adquiridos ao longo destes 22 anos de atividade, que conseguimos transformar em vantagens para os Clientes e resultados para a sociedade.

Importa aqui referir que a A2000 não nasceu grande. Talvez tenha sido a Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) do Distrito que iniciou as suas funções com as condições mais precárias, mas com a maior vontade em desenvolver a transformar vidas. Sim, é isso que fazemos diariamente nos diferentes quadrantes em que intervimos!

Hoje, somos uma das maiores IPSS´s dos distritos de Vila Real, Viseu, Bragança e Porto, com serviços implementados em mais de 16 concelhos.

Como?

Aproveitar o conhecimento que cada um tem, valorizar o que cada elemento que constitui esta instituição tem na sua essência, ter metas definidas, dispor de uma estrutura consolidada e fazer dos sonhos algo partilhado pelo conjunto da equipa não é para qualquer um!

Temos ainda outro elemento diferenciador na A2000, na formação que é incutida, fornecida e incentivada a todos os colaboradores. A inovação é o resultado do conhecimento, elencado pela prática. Ninguém tem que conhecer tudo, ninguém tem que saber de todas as áreas, mas tem que se esforçar para o fazer!

Existem segredos sim, que estão guardados numa Direção que leva a máquina para a frente. Mas existem três segredos que já se revelaram durante a minha permanência na A2000:

-> Se compreendermos as pessoas, compreendemos a organização;

-> Estrutura diretiva sólida e unida;

-> Procedimentos claros e transparentes;

O sucesso total da A2000? Ainda não chegámos lá!

O percurso está a ser percorrido há 22 anos, e cada dia queremos ser melhores!

E cada vez que somos bons numa determinada área, listamos a melhoria continua e inovação nessa área e passamos para outro tipo de população-alvo, conforme as necessidades dos territórios onde intervimos!

Parece simples, mas ao aumentarmos os desafios individuais e de grupo, aumentamos as exigências de todas as estruturas da A2000 e o esforço de quadros diretivos e dos colaboradores. Mesmo assim, não houve vez nenhuma em que não tivéssemos conseguido!

Por isso, o grande segredo da A2000 são as pessoas que a constituem!

Sofia Borges,

Coordenadora do CLDS-4G Murça “Milhões de Esperanças”

Notícias Relacionadas

Doador do mês de junho

10 de Junho, 2022

Doador do mês de junho

10 de Junho, 2022

Doador do mês de junho

10 de Junho, 2022
Skip to content