O Natal e a Família

Imagem de desenho animado a representar uma família em volta do pinheiro de Natal

Neste mês de dezembro, não podia deixar de falar da tão aguardada quadra natalícia e de tudo o que lhe está associado.

Dezembro é o mês do Natal, o mês em que, mais do que em qualquer outra altura do ano, se fala em sentimentos, se fala no amor, na amizade, no perdão e na importância da família. E é um pouco sobre isso que hoje me vou debruçar.

Ao longo de todo o ano, enquanto técnica da Intervenção Precoce na Infância, estes são temas trabalhados com a família, porque consideramos que educar com amor e compreensão é sempre mais fácil e a melhor forma para obtermos resultados positivos, quer no desempenho do nosso trabalho quer no desenvolvimento das crianças.

Apesar de, hoje em dia, as crianças passarem grande parte do seu tempo na escola, é a família que as irá acompanhar ao longo dos anos, e todas as mudanças, as dificuldades, as vitórias e os desafios serão partilhados com ela. A escola, começando pela creche, passando pela pré-escola, o primeiro ciclo, e assim sucessivamente, é algo que passa, é transitório, mas a família não. A família permanece, e é essa constância que ajuda a criança a desenvolver-se e a superar os desafios do dia a dia.

Por isso, aproveito este pequeno espaço para realçar esta importância, que é trabalhada ao longo de todo o acompanhamento às famílias, em especial aos pais. É fundamental que os pais estejam presentes, que conversem com eles, que brinquem, que queiram saber mais, que se preocupem com aquilo que fizeram ao longo do dia, as brincadeiras e as aprendizagens, para que a vida que os vossos filhos tenham fora de casa não seja uma novidade para vocês.

Assim, aproveitem esta época. Aproveitem o Natal, que é a festa da família, para estarem presentes, esse é, sem dúvida, o melhor presente que podem dar às vossas crianças. Deem beijinhos, abraços e carinho, mostrem-lhes o quão importante elas são e como vocês são muito mais felizes por os terem convosco.

Aproveitem esta quadra para refletirem naquilo que é realmente importante e no papel fundamental que os pais têm no desenvolvimento dos filhos, para que sejam os principais responsáveis pelo facto de as crianças crescerem com maior estabilidade emocional, com mais competências sociais e com curiosidade suficiente para procurarem sempre mais.

Criem boas memórias nos vossos filhos para que, quando eles crescerem, relembrem com saudade e com amor a infância que tiveram junto da família.

E que esta época de amor se perpetue ao longo de todo o ano!

Joelma Sequeira Monteiro, Psicóloga

Notícias Relacionadas

DOADOR DO MÊS DE JULHO

10 de Julho, 2024

DOADOR DO MÊS DE JULHO

10 de Julho, 2024

DOADOR DO MÊS DE JULHO

10 de Julho, 2024
Skip to content