Paula Fonseca – Junta de Freguesia de Sanfins do Douro

Paula Fonseca

A Paula Fonseca está integrada profissionalmente através de um Contrato-Emprego Inserção + (CEI+) na Junta de Freguesia de Sanfins do Douro, no concelho de Alijó.

Após ter sido sinalizada pelo Centro de Recursos para a Inclusão Profissional (CRIP) da A2000, a Paula foi avaliada primeiramente no âmbito da medida IAOQE (Informação, avaliação e orientação para a qualificação e emprego) do Centro de Recursos, para depois realizar uma experiência laboral no decorrer do Apoio à Colocação. Finda esta experiência, que decorreu de forma muito positiva, veio o CEI+ e a continuidade do vínculo da Paula à Junta de Freguesia.

E é precisamente esta ligação ao mundo do trabalho que é encarada como fundamental para esta pessoa. “O meu trabalho é varrer as ruas da freguesia e garantir a limpeza dos espaços públicos. Esta oportunidade surgiu porque a A2000 contactou a Junta de Freguesia para me tentar arranjar este trabalho, e foi aí que fiz primeiro um estágio e agora um contrato. Sinto-me bem no trabalho, as pessoas receberam-me bem e estou muito contente com o que faço, pois trabalhar ajuda-me a melhorar a minha vida a nível financeiro”, partilhou.

Ana Maria Paulo, Presidente da Junta de Freguesia de Sanfins do Douro

Ana Maria Paulo, presidente da Junta de Freguesia de Sanfins do Douro, explicou como se processou a entrada da Paula na entidade, bem como o contributo da colaboradora nos serviços públicos em prol da população local. “Em conversa com técnicos da A2000, foi-me informado que, após ter havido uma avaliação, seria possível a integração da Paula através de uma candidatura ao CEI + , para pessoas com um dado grau de incapacidade. Como a Paula já tinha estado a trabalhar noutros projetos para a Junta, e precisávamos de alguém para executar serviço de limpeza em lugares públicos da freguesia, apostámos nesta candidatura”, referiu, elogiando o trabalho da Paula e pedindo o reforço dos apoios à efetivação de mais integrações. “Até esta data, a Paula tem sido uma mais-valia para a Junta, na sua dedicação, boa disposição e vontade de trabalhar. Claro que a Junta está recetiva para integrar mais pessoas com incapacidade, mas estaríamos mais ainda se, da parte do IEFP, nos fosse transferida, por exemplo, a verba correspondente a cada contrato mensalmente. Já em relação ao apoio da A2000, tenho que dizer que está a ser excelente, e só desejo que se traduza na criação de mais oportunidades de trabalho a este setor da população, pois todos têm direito ao trabalho, aprendizagem e convívio”, concluiu

Fátima Teixeira e Gonçalo Novais,

Técnicos da A2000

Notícias Relacionadas

Todos crescemos na A2000  

10 de Março, 2023

Luís Lobo — Vallegre, Vinhos do Porto, SA  

10 de Março, 2023

Por uma conversa melhor…

10 de Março, 2023
Skip to content