Praia…

Imagem a simbolizar a praia

Finalmente chegaram as tão esperadas férias… chegou a altura de descansar, de apanhar sol e ir até à praia. Guarda-sol às costas, uma mala térmica cheia de água e fruta da época, um saco de baldes para os miúdos e umas toalhas para deitar a relaxar!!!

Com a chegada do verão e do calor, todos nós começamos a desejar sentir a areia debaixo dos nossos pés e a brisa do mar no nosso corpo. Como sabe bem essa sensação! E acreditem que ir à praia não é apenas uma questão de lazer, ir à praia é muito bom para a saúde.

É ou não comum vermos pessoas deitadas na toalha ao sol a dormir? E adormecem num ápice! Porquê? Porque um dos efeitos que a praia tem em nós é ajudar-nos a descontrair, uma vez que aumenta os níveis de serotonina (neurotransmissor que regula, por exemplo, o humor e o sono) e, por consequência, diminui os níveis de ansiedade.

Para além dessa grande vantagem, em termos físicos, como é uma altura em que fazemos mais exercício, conseguimos melhorar o nosso ritmo cardíaco, a oxigenação dos tecidos e a circulação. E à noite, o cansaço acumulado faz o resto.

E quem não gosta de fazer passeios à beira-mar? Esta prática comum é muito positiva para as articulações dos pés, dos joelhos e dos quadris, para não falar na pele da planta do pé, que sofre uma esfoliação por causa da areia e renova a pele de forma natural.

Se quisermos ser precisos, a velocidade ideal e aquela que traz mais vantagens está entre os 5 e os 6 quilómetros por hora, ajudando na tonificação dos músculos das pernas e dos glúteos. Mas atenção, não pode fazer estes passeios ao meio-dia, pois é a altura em que os raios solares são mais perigosos, está mais calor e o esforço necessário para fazer a caminhada torna-se exagerado. Ah, e nunca dispense o protetor solar, o chapéu e os óculos de sol.

Outra vantagem da praia é que a brisa do mar atua como uma espécie de aerossol ou spray natural muito rico em iodo, expelindo com maior facilidade os indesejados mucos, por isso, encha bem os pulmões com o ar da praia!

É ou não verdade que quando estamos na praia e respiramos a brisa marítima temos maior facilidade em respirar, como se o sistema se tivesse limpo? É que este ar melhora a ventilação e a quantidade de hemoglobina aumenta, otimizando a circulação de oxigénio.

E a água do mar? É rica em cloro, sódio, magnésio, potássio e iodo, responsáveis por garantir efeitos benéficos no organismo, uma vez que ajudam a combater alergias, melhoram o funcionamento do sistema respiratório, aliviam os músculos e permitem a chegada de mais oxigénio às células.

E nadar? Claro que nadar faz muito bem, no entanto, para quem não sabe ou tem medo, fique a saber que apenas o entrar no mar já tem a sua quota parte de benefícios na saúde e na tonificação dos músculos, e nem sequer precisa de se mexer muito. Só o facto de as ondas baterem nas pernas é suficiente para relaxar, tal como acontece numa massagem. Dentro de água temos a sensação de que o nosso peso diminui, o que facilita os nossos movimentos. Não esquecendo as vantagens para o sistema circulatório, pois o retorno venoso torna-se mais eficaz e a drenagem linfática também melhora.

Vai um mergulho?

Ana Sofia Correia, Fisioterapeuta

Notícias Relacionadas

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024
Skip to content