Quando as Portas se Abrem … a vida prossegue!

Foto de Grupo Abrir Portas

 Neste mês de dezembro terminou o financiamento do “Programa de Financiamento a Projetos do INR, I.P.” ao projeto «Abrir Portas» e cumprimos os seus três grandes objetivos: Promover o desenvolvimento pessoal; Desenvolver competências na área de TIC; Explorar o mundo profissional.

Foi a primeira pedra de uma mobilização maior. A mobilização pela dignificação das pessoas que, devido a um problema de saúde mental, viram as suas vidas interrompidas, no que diz respeito ao exercício pleno dos seus direitos.

Segundo o filósofo Emmanuel Kant, “Dignidade é tudo aquilo que não tem preço …” e quando alguém, por motivos de saúde, se vê impossibilitado de exercer os seus direitos, então a sua dignidade humana está em perigo. Foi desta constatação que nasceu o projeto que agora termina, mas que deixa a porta aberta para continuarmos a empoderar as pessoas de modo a exercerem os seus direitos plenamente. 

Quando caracterizamos alguém com vocabulário científico perde-se a singularidade humana de cada pessoa, e criamos uma barreira entre nós e os outros. Mas hoje são os outros e amanhã podemos ser nós!

A A2000 é feita de pessoas para pessoas e, por isso, os participantes que frequentaram as 30 sessões do «Abrir Portas», apesar de terem aberto algumas, têm ainda pela frente um trabalho pessoal, relacional e profissional longo, pelo que a A2000 as continuará a apoiar sempre que quiserem ou precisarem, através de outros serviços que promove, agora que já estão no caminho da inclusão.

No dia 30 de dezembro “fechamos” com a realização do evento digital que foi um grande desafio, pois obrigou os participantes a prepararem as suas apresentações, a realizarem uma curta-metragem de entretenimento e a fazerem a apresentação em direto – tudo uma estreia! Que como uma prova final, revelou que os participantes estavam preparados para iniciar a maratona da vida, cada um em estádios diferentes: uns já no mercado de trabalho, outros a caminho e outros ainda numa fase de identificação dos interesses! Cada um no seu ritmo, cada um no seu caminho. Deixo uns versos de despedida ao grupo que me inspirou:

A história que vos vou contar é a história de quem neste projeto quis participar.

Estudaram, trabalharam e eram boas pessoas.

Um dia a saúde lhes faltou

E tudo na vida mudou!

Os sonhos perderam

O futuro esqueceram

Os dias pararam

E os elos quebraram…

Foi uma caminhada no deserto

Num mundo que se tornou muito incerto.

E, apesar da multidão,

A vida pautou-se pela solidão.

Sozinhos é sempre mais difícil

Mas hoje têm do seu lado

Pessoas que os compreendem

E podem sentir-se mais acompanhados

Para seguirem os caminhos

Por eles desenhados!

Agora, ganharam uma nova esperança!

Perceberam que é preciso perseverança,

Para continuarem a rumar

Em direção ao novo futuro

Que se permitiram sonhar!

Neste projeto, que agora vai terminar

Abrimos várias Portas para iluminar,

Descobrir e explorar

Competências, habilidades

Interesses e especificidades.

Enfim, riquezas que todos temos

Mas que nem sempre sabemos.

Acredito que estes participantes

Partem agora mais confiantes.

Dizem que Deus escreve certo por linhas tortas

Foi o sentimento mais frequente no Abrir Portas!

Nada é por acaso,

Resta-nos seguir em frente

Mantendo uma vida coerente

Com os valores e emoções

Que pautam os nossos corações!

E como acredito que o Fim de algo abre portas para novos começos, sei que os participantes deste projeto têm pela frente um mar de oportunidades: obrigada pela oportunidade que nos deram de nos encontrarmos aqui no «Abrir Portas»!

Olinda Coutinho, Técnica

Notícias Relacionadas

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024
Skip to content