REAPN reúne entidades numa Oficina de Reflexão

Logotipo da A2000

“Participação dos Stakeholders do CLAS”

No dia 12 de Julho de 2010, decorreu, no Auditório Municipal de Santa Marta de Penaguião, uma “Oficina de Reflexão” cujo tema foi a “Participação dos Stakeholders do Conselho Local de Acção Social (CLAS)” de Santa Marta de Penaguião, promovida pela Rede Europeia Anti-Pobreza (REAPN) – Núcleo Distrital de Vila Real (entende-se por Stakeholders qualquer pessoa ou entidade que é influenciada pelas actividades de uma organização).

Esta acção realizou-se no âmbito do projecto “Luta Contra a Pobreza: um novo projecto de cidadania”, aprovado pelo Programa Nacional do Ano Europeu do Combate à Pobreza e Exclusão Social 2010 (PNAECPES), concebido pela REAPN em parceria com as Redes Sociais de sete concelhos (Alijó, Mesão Frio, Peso da Régua, Santa Marta de Penaguião, Vila Real, Murça e Sabrosa).

A ambição central deste projecto é que, até Dezembro de 2010, se reforce a coesão daquelas comunidades locais promovendo o envolvimento dos diferentes stakeholders na elaboração de estratégias efectivas, participadas e territorializadas de luta contra a pobreza e exclusão social e sensibilizar a comunidade local para a co-responsabilização nesta luta.

O Projecto envolve quatro acções: oficinas de reflexão-acção; workshops; espectáculo cultural; e disseminação dos resultados. De referir que as oficinas de reflexão-acção decorrerão em cada um dos sete concelhos e terão como objectivo a definição de uma estratégia/plano/projecto que permita enfrentar uma problemática de intervenção prioritária diagnosticada no Plano de Desenvolvimento Social ou pela Plataforma Supra Concelhia do Douro. Os workshops terão como destinatários finais as pessoas em situação de pobreza onde se proporcionará a discussão deste problema.

No dia 12 de Julho cumpriu-se assim a supracitada Oficina de Reflexão na qual participaram as seguintes entidades: a Associação 2000 de Apoio ao Desenvolvimento – A2000; a Câmara Municipal de Santa Marta de Penaguião; as Juntas de Freguesia de S. Miguel Lobrigos, Medrões e Fontes; os Centros Sociais e Paroquiais de S. Miguel Lobrigos e de Santa Eulália – Cumieira, a Fundação Dr. Carneiro Mesquita, os Bombeiros Voluntários de Santa Marta de Penaguião; o Núcleo Local de Inserção de Santa Marta de Penaguião; a ACIR – Associação Comercial e Industrial dos Concelhos do Peso da Régua, Sta. Marta de Penaguião e Mesão Frio e o Centro de Saúde de Santa Marta de Penaguião.

Os 17 parceiros realizaram uma análise SWOT (ferramenta utilizada para analisar um cenário/ambiente, servindo como base para a gestão e planeamento estratégico) detalhada das forças/fraquezas e ameaças/oportunidades, percepcionadas até ao momento, acerca da participação dos stakeholders do CLAS de Santa Marta de Penaguião. Isto porque se constatou que em Santa Marta de Penaguião a problemática sentida como obstáculo à articulação dos recursos existentes, para enfrentar as situações de pobreza e exclusão, foi a pouca participação dos membros da Rede Social.

Nesta Oficina de Reflexão realizou-se então, um diagnóstico das causas possíveis para esta fraca participação e o plano estratégico a aplicar-se futuramente, para que se minimizem as fraquezas e potenciem as forças já existentes.

Pode dizer-se que “participação” é o processo de reaproveitamento dos recursos existentes que intervêm na vida social, política e cultural de forma a reforçar a sua posição nas instâncias de decisão. Deste modo, resultaram os seguintes pontos nos quais se apoia a organização do plano estratégico: o primeiro consta da implementação de um sistema de comunicação e informação acessível a todos os parceiros; o segundo apoia-se no conceito de participação, com o objectivo de aumentar o nível de envolvimento e responsabilidade dos stakeholders.

Estas oficinas de reflexão-acção potencializam e dinamizam os stakeholders de forma a concretizarem os propósitos das Redes Sociais, contribuindo para a diminuição da exclusão e pobreza.

No final os participantes concluíram com êxito o propósito desta oficina e foi de consenso geral que a mesma serviu, em muito, os interesses particulares e comuns para o sucesso desta acção.

Informamos ainda que os resultados deste projecto serão conhecidos no dia 14 de Outubro de 2010 no seminário final intitulado “Estratégias locais, territórios globais” no Pequeno Auditório do Teatro de Vila Real. Este seminário terá como destinatários finais as Instituições Particulares de Solidariedade Social, Municípios, Destinatários finais das medidas sociais, sociedade civil, empresários, docentes e estudantes universitários.

Notícias Relacionadas

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024
Skip to content