Relatório e Contas de Gerência 2021 aprovado por unanimidade

Relatório e Contas de Gerência de 2021 aprovado por unanimidade

No dia 31 de março realizou-se na sede da A2000 a Assembleia-Geral Ordinária em regime misto (presencial e através da plataforma ZOOM para sócios, clientes e colaboradores) para apreciação e aprovação do Relatório e Contas de Gerência 2021, o qual foi aprovado por unanimidade.

De forma resumida, o Relatório e Contas de Gerência 2021 apresenta os resultados do ano de 2021 e, mais uma vez, a Pandemia COVID-19 condicionou a plena execução dos serviços, tal como o previsto no Plano de Ação e Orçamento, devido aos confinamentos impostos pela DGS, às ausências profiláticas e à doença que afetou clientes e colaboradores.

O Relatório e Contas de Gerência 2021  reúne a informação de avaliação dos indicadores expressos no Plano Estratégico 2020-2023, nas taxas definidas no Programa de Ação e Orçamento para 2021 que, por sua vez, enquadra as orientações Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ).

Neste Relatório e Contas de Gerência 2021, optou-se por considerar apenas o tempo em que houve atividade (como se o ano civil tivesse sido mais curto) e, portanto, os objetivos foram medidos em função desse período menor.

O Relatório e Contas de Gerência 2021 é constituído por 3 partes: a Análise da Execução Física, a Análise das Contas de Gerência e o Parecer do Conselho Fiscal. Apresenta-se aqui um resumo:

O Plano Estratégico para melhor enquadramento das várias componentes organizacionais estabeleceu um esquema que responde ao sistema gestão de qualidade e que comporta três áreas: Clientes e Serviços; Aprendizagem e Desenvolvimento; e Gestão Estratégica – as quais resumidamente se caracterizam da seguinte forma: 

CLIENTES E SERVIÇOS

Como os serviços são de foro social, o cliente é a peça fundamental e indissociável da prestação do serviço.

A vertente Clientes abrange o cliente no seu todo, mas principalmente a satisfação das necessidades identificadas por este, procurando a organização que melhor lhe proporciona um aumento de valor, seja na inclusão ou noutro qualquer aspeto da qualidade de vida.

A vertente Serviços engloba todos os processos internos e a sua melhoria contínua, garantindo que as respostas proporcionadas tenham cada vez maior eficácia e eficiência e satisfaçam os clientes.

Sendo a A2000 uma IPSS, os serviços existem para satisfazer as necessidades e expectativas dos clientes e proporcionar-lhes mais valias; por sua vez, os clientes são fator de desenvolvimento dos serviços, graças ao seu feedback e participação contínua, o que torna estas duas vertentes indissociáveis.

Assim, o Relatório e Contas compila as taxas de execução e resultados dos objetivos previstos no Programa de Ação e Orçamento, as quais se distribuem pelos diversos serviços, como a seguir se descreve:

SERVIÇOS FORMATIVOS

Formação Profissional – Qualificação de pessoas com deficiência ou incapacidade:  envolveu as modalidades de formação inicial e formação contínua e decorreram 2 projetos em simultâneo (POISE-03-4229-FSE-000180 e POISE-03-4229-FSE-000283). No seu conjunto, os serviços formativos envolveram:

– 172 formandos e um número de 12022 horas de formação ministradas.

– O volume total de horas executadas, nos 2 projetos formativos, foi de 133614 horas.

Este serviço formativo decorreu em 6 locais (Sede da A2000, Baião, Resende, Chaves, Tabuaço e Armamar).

– Terminaram a formação 36 formandos, 97% foi certificado e 50% foi integrado.

SERVIÇOS NÃO FORMATIVOS

Intervenção Precoce na Infância (IPI): o Acordo de Cooperação com a Segurança Social é para 30 crianças dos 0 aos 6 anos de idade, mas os técnicos da A2000 tiveram a mediação de caso de 56 crianças e seus familiares e participaram com os restantes elementos da ELI no serviço prestado às crianças de 4 concelhos (Peso da Régua, Mesão Frio, Sta. Marta de Penaguião e Mondim de Basto).

Espaços de Convívio (EC): envolveu os Espaços de Convívio em 5 freguesias do concelho de Sta. Marta de Penaguião e de duas freguesias do concelho de Peso da Régua (União de Freguesias de Poiares e Canelas; União de Freguesias de Galafura e Covelinhas), com ações diversas, para 127 idosos. Em dezembro/2020 iniciou-se o Projeto BPI Seniores – Viver sem Idade, que englobou todos os idosos deste serviço e que permitiu a aquisição de equipamentos informáticos e de realidade virtual, o que revolucionou as atividades realizadas e permitiu aos idosos aceder a tecnologias que lhes eram distantes, mas que em muito contribuíram para a estimulação cognitiva e sensorial.

Centro de Recursos para a Inclusão Profissional (CRIP): envolveu 3 Medidas que abrangeram 185 pessoas, das quais terminaram as intervenções 116:

– IAOQE (Informação, Avaliação, Orientação e Qualificação Emprego) – 74 clientes

– AC (Apoio à Colocação) – 26 clientes

– APC (Apoio Pós Colocação) – 16 clientes

Em AC 54% dos clientes ficaram integrados no mercado de trabalho.

Centro de Atendimento, Acompanhamento e Reabilitação Social (CAARPD): que envolveu duas modalidades – “Atendimento e Acompanhamento” e “Reabilitação Social”. O Acordo de Cooperação com a Segurança Social era de 25, mas em Novembro foi assinado o aumento da capacidade para 75, pelo que até 31 de dezembro, o CAARPD abrangeu 73 pessoas de 5 concelhos (Peso da Régua, Vila Real, Sta. Marta de Penaguião, Mesão Frio e Murça).

Programa de Financiamento a Projetos do Instituto Nacional para a Reabilitação (INR) que envolveu 3 projetos: “Estou Aqu!” – que decorreu em 3 concelhos: Armamar, Murça e Tabuaço; “Abrir Portas” que decorreu em Poiares e se dirigiu a pessoas com doença mental. Neste dois projetos foram envolvidas 39 pessoas. O terceiro projeto consistiu na remodelação do sítio Web da A2000, tornando-o acessível a pessoas cegas/amblíopes/surdas/com motricidade fina comprometida – chamou-se “Acessível a todos”.

Contrato Local de Desenvolvimento Social (CLDS-4G Murça Milhões de Esperanças): que decorreu em Murça e envolveu ações em 13 atividades dos seus 3 eixos. Abrangeu 283 participantes (crianças, jovens, adultos, idosos e pessoas com deficiência) com o objetivo de as capacitar por forma a quebrar o ciclo de pobreza.

Em suma, em 2021 frequentaram os serviços da A2000 935 clientes e cumpriram-se 83% dos indicadores, ocorreram mais faltas e desistências do que o previsto, e a execução das atividades também não foi plena, devido às restrições impostas pela DGS, no âmbito da Pandemia COVID-19.

APRENDIZAGEM E

DESENVOLVIMENTO

Esta vertente reúne tudo o que diz respeito aos recursos humanos, físicos, tecnológicos e competências necessárias ao desenvolvimento da organização, bem como atende a toda a informação resultante do funcionamento dos serviços. Da análise de todos estes «inputs», resulta sempre uma aprendizagem que produzirá o impulso para o passo seguinte, que poderá ser de melhoria ou de inovação, potenciado pelo benchmarking/benchlearning que esteja a decorrer.

Assim, foram compilados todos os resultados ao nível da participação, satisfação e desempenho dos stakeholders (clientes diretos, significativos, colaboradores, parceiros, fornecedores e financiadores) de todos os serviços e retiraram-se algumas ilações:

Ao nível dos parceiros: existiram 122 parceiros; destes 12 são estratégicos; e não ocorreram parcerias de inovação.

Em termos de colaboradores, no ano de 2021, colaboraram:

– 51 pessoas com Contrato de trabalho;

– 10 em regime de Prestação de Serviços,

– 44 pessoas com Medidas ativas de emprego do IEFP (20 CEI+; 1 CEI; 10 Estágios Profissionais; 13 MAREES).

Deste total de 105 colaboradores, a 31 de dezembro permaneciam 61 (41 Contratos de Trabalho; 2 Prestações de Serviço e 18 Medidas Ativas de Emprego (5 CEI+; 1 CEI; 4 Estágios Profissionais; 8 MAREES).

A A2000 envolveu 45 fornecedores, sendo que alguns transitaram do ano anterior, durante 2021, e em dezembro permaneciam 36. Todos os fornecedores se submeteram aos procedimentos da contratação pública.

Quanto aos “Recursos Físicos”, mantiveram-se as instalações existentes em 8 concelhos (Peso da Régua, Santa Marta de Penaguião, Baião, Resende, Armamar, Tabuaço, Murça e Chaves), dos 16 concelhos que constituem a zona de intervenção da A2000 (Peso da Régua, Santa Marta de Penaguião, Mesão frio, Mondim de Basto, Vila Real, Vila Pouca de Aguiar, Chaves, Sabrosa, Alijó, Murça, Carrazeda de Ansiães, Armamar, Lamego, Tabuaço, Resende, Baião); adquiriu-se uma viatura 100% elétrica, e equipamentos informáticos.

Foram aprovados e implementados novos projetos: alargamento do território de abrangência do CRIP; implementação de 3 projetos do INR;  implementação do projeto do BPI la Caixa para Seniores; obtenção da Certificação de Centro de Recursos para a Inclusão (CRI), pela DGESTE; concretização do projeto aprovado pela NORTE 2020 / CIM-Douro para a realização de obras de requalificação e instalação de um elevador na sede da A2000; obtenção da aprovação do PARES 3.0 para a construção de dois Lares Residenciais, um CACI (Centro de Atividades e Capacitação para a Inclusão) e duas Residências Autónomas. Portanto, envolveram-se diferentes financiadores, aumentando-se diferentes formas de financiamento.

Neste capítulo cumpriram-se 85% dos indicadores, pois algumas ações de monitorização interna, participação na melhoria dos serviços, não ocorreram na percentagem desejada.

GESTÃO ESTRATÉGICA

Esta vertente, tradicionalmente, engloba todos os aspetos que garantem a saúde financeira e de sustentabilidade da entidade. Contudo, como a maioria das atividades da A2000 resultam de candidaturas (com princípio e fim) ou de respostas sociais atípicas, cujo financiamento poderá um dia não ser renovado, existe uma fragilidade constante a este nível.

É um risco assumido, desde sempre, pelos órgãos de gestão que exige destes um foco na execução dos planos previstos para garantir os financiamentos e uma procura contínua de outras fontes de financiamento – que continuará a marcar o próximo quadriénio – porém, e porque é uma IPSS, todo este foco financeiro decorrerá, sem que a A2000 se afaste da Missão, valores e princípios éticos que defende e promove.

Os financiadores foram: Fundo Social Europeu (FSE) e o Estado Português (IEFP; Segurança Social; INR); o BPI – Fundação La Caixa; os Municípios: Peso da Régua; Sta. Marta de Penaguião; Armamar; Tabuaço; Murça; Mesão Frio; Alijó; as Freguesias: a União de Freguesia de Poiares e Canelas; a União de Freguesias Galafura e Covelinhas; a União de Freguesias de Lobrigos (S. Miguel e S. João Baptista) e Sanhoane; a União de Freguesias de Louredo e Fornelos; a Freguesia de Fontes; a Freguesia de Sever; e a Freguesia de Alvações do Corgo; e a Associação Cultural, Social, Desportiva e Recreativa de Galafura.

Outros financiadores: mais de 50 autarquias, empresas e particulares que realizam doações e estão descritos no site da A2000 como “doadores do mês” e muitos outros, cujos montantes se cifraram abaixo dos 500,00€.

Contas de gerência 2021: pela análise das Demonstrações Financeiras (Balanço e Demonstração de Resultados por naturezas), à data de 31 de dezembro 2021, auditadas e certificadas legalmente por Revisor Oficial de Contas Independente, verifica-se que:

 –> O rendimento total foi de 1.971.997,72€ (2020,  1.878.143,51€) e a despesa global de 1.912.197,30€ (2020,  1.815.030,33€).

 –> A A2000 recebeu, durante o exercício de 2021, um conjunto de subsídios cujo montante ascendeu a 1.798.548,06€ (2020, 1.723.317,87€).

 –> As Demonstrações Financeiras evidenciam um resultado líquido positivo de  59.800,42€ (2020, 63.113,18€)

Neste capítulo cumpriram-se 60% dos indicadores, pois a execução financeira dos serviços ficou aquém do previsto em Programa de Ação e Orçamento, em grande medida devido à Pandemia COVID-19 que impediu a execução plena dos serviços.

O Conselho Fiscal emitiu o competente parecer que o Relatório de Gestão da Direção, as Demonstrações Financeiras e a Aplicação de resultados fossem aprovadas, o que se veio a verificar em Assembleia- Geral.

O Relatório e Contas de Gerência 2021 da A2000 é público e está disponível na sua totalidade no site www.a2000.pt.

Marina Teixeira, Diretora Técnica

Notícias Relacionadas

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024
Skip to content