Tipologia de Intervenção 6.1. – Formação para a Inclusão

Logotipo da A2000

A A2000 propôs um total de sete acções de formação a esta Tipologia de Intervenção, todas elas a realizar no Peso da Régua com o objectivo de promover o desenvolvimento de competências profissionais, sociais e pessoais junto de grupos excluídos ou socialmente desinseridos, tendo em vista a aquisição de capacidades que lhes permitam integrar ou concluir acções de formação que confiram certificação e/ou a reintegração no mercado de trabalho.

A maioria das acções previstas destina-se à população de etnia cigana residente, maioritariamente no Bairro das Alagoas. Esta população denota bastantes lacunas ao nível das competências pessoais e sociais o que, associado a questões marcadamente culturais, dificulta o desenvolvimento de mecanismos de inserção e integração comunitária, social e laboral. A especificidade da cultura cigana leva a que o desenho das intervenções seja definido de acordo com as necessidades dos actores envolvidos, procurando desta forma potenciar as sinergias existentes e desenvolver um trabalho integrado e transversal relativamente a esta comunidade específica.

Desta forma, e tendo em conta a caracterização efectuada sobre a população-alvo, as acções previstas estarão divididas de acordo com 3 subgrupos:  

Para as crianças maiores de 10 anos e jovens até aos 17 anos direccionam-se as acções:
  – Corpo como Instrumento de Comunicação;
  – Tomada de Decisão Vocacional e Profissional.

Para jovens e adultos desempregados pretende-se implementar um conjunto diversificado de acções:
  – Treino de Competências Sociais;
  – Desenvolvimento Pessoal;
  – Resolução de Conflito;
  – Gestão Doméstica.

Para os indivíduos em situação de tratamento de dependência de álcool e/ou drogas definiram-se duas acções:
  – Treino de Competências Sociais e Desenvolvimento Pessoal;
  – Instalação e Operação de Sistemas Informáticos.

Este projecto, devido aos grupos populacionais a que se dirige, envolve uma Equipa Multidisciplinar de acompanhamento, pois mais do que obterem formação específica sobre uma temática, pretende-se que esta contribua para a sua integração sócio-profissional plena. Esta equipa trabalhará as questões paralelas à formação e que tem a ver com problemas familiares, judiciais, etc., pois o projecto irá estabelecer uma parceria que envolve os principais agentes institucionais concelhios, para que seja possível desenvolver um trabalho concertado, eficaz e eficiente, adequado às necessidades identificadas e voltado para o empowerment e para a participação cívica activa.

Notícias Relacionadas

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024
Skip to content