Um fevereiro de trabalho, amor e folia!  

Sem trabalho nada se faz…assim é a vida…e devemos colocar amor em tudo o que fazemos, o que obviamente nos traz satisfação e bem-estar.

Resumidamente o mês de fevereiro nos Espaços de Convívio foi isto e muito mais!

Apostámos nos trabalhos manuais, na reciclagem de materiais e demos alas à nossa imaginação – elaborámos umas máscaras personalizadas e giríssimas e, em cada Espaço de Convívio, uma moldura “gigante” decorada a preceito.

Se nas máscaras contava a inspiração de cada um, nas molduras o tema usado foi os “lenços dos namorados”, o que nos levou a uma lição de história de Portugal.

Com efeito, os Lenços Namorar Portugal (ou Lenços de Pedido), com origem no século XVIII, eram, segundo a tradição minhota, panos de linho ou de algodão alegremente bordados, com motivos florais, símbolos amorosos (corações, pássaros a voar, chaves, …) e mensagens em quadras num português arcaico, não raras vezes com erros ortográficos, evidenciando a falta de escolaridade das autoras. Quem os bordava eram raparigas simples dos meios rurais da região do Minho, que declaravam o Amor através desta forma de código. Depois de bordado, secretamente, faziam chegar o lenço ao amado e se este o usasse em público era sinal que o amor era correspondido, começando assim o namoro, não poucas vezes, às escondidas.

Nos Espaços de Convívio recordámos amores antigos e novos, e munidos de muita criatividade e cor decorámos as nossas molduras e homenageámos a nossa Cultura. Seguiram-se sessões fotográficas muito animadas que nos encheram a alma.

Entretanto, praticámos algum exercício físico com o jogo do Boccia e alguns passeios; partilhámos lanches; usámos as novas tecnologias (computador e tablet) e, claro, disfrutámos da companhia uns dos outros o que é sempre um antídoto para qualquer mazela.

Que venha março e, com ele, a primavera, o sol e o calor! Cá estaremos para os receber com a energia e alegria que nos carateriza, pois como alguém um dia disse “o segredo não é reformar por fora, pois o tempo invariavelmente irá corroer o exterior, mas renovar a mobília interior – a alma – para que esta permaneça com o humor dos dez, o viço dos vinte e o erotismo dos trinta anos.” Esta é a nossa missão, a missão dos Espaços de Convívio da A2000.

 Paula Conceição,

Técnica da A2000

Notícias Relacionadas

DOADOR DO MÊS DE JULHO

10 de Julho, 2024

DOADOR DO MÊS DE JULHO

10 de Julho, 2024

DOADOR DO MÊS DE JULHO

10 de Julho, 2024
Skip to content