Visita à Câmara Municipal de Baião e à RLIS da Santa Casa de Misericórdia de Resende

Formandos da A2000 visitam Campus Social de Baião

Visita à Câmara Municipal de Baião

Nós, os formandos do Curso 2 de Baião – Auxiliar de Serviços Gerais II, juntamente com a formadora Sandra Pinto e a Psicóloga Nídia, visitamos a Câmara Municipal de Baião para conhecermos os serviços prestados e, assim, aumentarmos os nossos conhecimentos, a nossa integração na comunidade e também a nossa autonomia. Também foi uma oportunidade de aplicar os conhecimentos abordados em algumas UFCD´s.

A Eng.ª Carla, gentilmente nos acolheu, e fez uma visita guiada pelo Campus Social. O Campus Social é um serviço da Câmara Municipal de Baião que agrega vários serviços que se relacionam entre si. Começamos pelo GAF – Gabinete de Apoio à Família, apresentado pela Dra. Arlete e Dr. Joaquim. É um serviço multidisciplinar, destinado a prestar apoio às famílias com carência socioeconómica em três áreas: social, jurídica e psicológica. Um exemplo deste serviço é Unidade Móvel de Saúde.

Seguiu-se a CPCJ – Comissão de Proteção de Crianças e Jovens, da qual nos tínhamos uma ideia errada porque pensávamos “…aqui tiram-se os filhos às famílias”. Ouvimos com atenção a Dra. Manuela, a Dra. Isabel e o Dr. Jorge e percebemos que a CPCJ serve para ajudar as crianças e famílias em dificuldades. Todos nós devemos estar atentos e denunciar sempre que virmos uma situação em que falhem os devidos cuidados com os filhos – negligência – ou uma família que viva com dificuldades ou problemas variados – violência doméstica, alcoolismo, maus tratos. Agora sabemos que a CPCJ, ajuda as famílias e só retira os filhos em casos extremos.

Estes 2 serviços – GAF e CPCJ – abordam alguns dos conteúdos que trabalhamos na UFCD de Evolução e Perspetivas da Dinâmica Familiar e foi positivo verificar que os serviços de apoio à família no Concelho de Baião estão acessíveis e disponíveis e mostraram ser empenhados e responsáveis no cumprimento da sua missão.

No piso superior, visitamos o GAE – Gabinete de Apoio ao Emigrante e o CIAC – Centro de Informação Autárquico ao Consumidor, ambos da responsabilidade da Dra. Ilda. O GAE presta apoio a todos os munícipes que queiram emigrar (por exemplo, para avaliar a veracidade de determinadas empresas) e àqueles que vivam no estrangeiro para tratar de reformas, equivalência escolar ou licenciamento de automóveis. O CIAC visa a defesa do consumidor, isto é, informa e apoia na resolução conflitos com empresas quando da aquisição de bens ou serviços, pelas pessoas.

De seguida, fomos ao GIP – Gabinete de Inserção Profissional, onde se encontra a Eng.ª Carla que presta apoio na integração em formação ou emprego. O GIP tem várias parcerias para desenvolver competências escolares e profissionais e apoiar na integração profissional os habitantes do Concelho.

O GIP pode ser bastante útil na procura de emprego e resposta a ofertas de emprego, elaboração de CV, tal como falamos na UFCD de Procura Ativa de Emprego.

No edifício principal da Câmara Municipal tivemos oportunidade de conhecer os serviços de atendimento ao público, com a ajuda da Dra. Isabel. Nestes serviços não é necessário o agendamento, basta retirar a senha e esperar para ser atendido. Existem três postos de atendimento, um para pedidos de licenciamento de obras, outro para taxas e licenças variadas (por exemplo: licença para fogo de artifício, ruídos em festas) e um terceiro para reclamações de situações urgentes – falha de luz em postes elétricos da iluminação pública, falta de manutenção de estradas, problemas na recolha do lixo urbano. A partir destes 3 postos de atendimento, caso seja necessário, os cidadãos poderão ser encaminhados para o respetivo Pelouro com agendamento de atendimento presencial. Aqui, também existe a Tesouraria, onde podemos efetuar pagamentos de serviços públicos camarários, como por exemplo, a água, as refeições ou passes escolares e licenças variadas. Neste serviço de atendimento da Câmara de Baião, relembramos os conteúdos da UFCD Acolhimento e Encaminhamento, nomeadamente as caraterísticas/qualidades/competências do profissional do atendimento, os aspetos comportamentais no atendimento e os indicadores do atendimento profissional.

Com estas visitas, tivemos a oportunidade de conhecer a Câmara Municipal de Baião e ficar a saber exatamente os serviços que presta aos habitantes e aos quais nos podemos dirigir mediante as nossas necessidades. Aqui fica um sincero agradecimento à Eng.ª Carla que gentilmente nos guiou nesta visita. Muito obrigado!

 Curso 2, Auxiliar de Serviços Gerais II, Baião,

 Nídia Correia, Psicóloga da A2000 e Sandra Pinto, Formadora da A2000

 A Rede Local de Intervenção Social da Santa Casa de Misericórdia de Resende

Neste mês de novembro realizamos uma visita à RLIS – Rede Local de Intervenção Social – da Santa Casa de Misericórdia de Resende, inserida na UFCD 0632 – Acolhimento e Encaminhamento e no Programa de Desenvolvimento de Competências Pessoais e Sociais.

Chegados à Santa Casa da Misericórdia de Resende, fomos gentilmente recebidos pelo Dr. Tiago que nos explicou a missão da RLIS e as funções dos três gabinetes inseridos nestas instalações.

Começamos pelo GIP – Gabinete de Inserção Profissional da responsabilidade do Dr. Tiago, que tem por objetivo ajudar os jovens e adultos da região na sua integração profissional, tendo parceria com o IEFP. O GIP pode ajudar-nos na resposta às convocatórias ou cartas do IEFP e/ou tirar dúvidas relativas a assuntos destes.

Passamos ao gabinete do RSI – Rendimento Social de Inserção, uma equipa multidisciplinar formada pela Dra. Luísa, Dra. Ana e Dra. Vera, cujo objetivo é ajudar as famílias desfavorecidas, social e economicamente. Também ajudam na aquisição de hábitos corretos de gestão familiar e da habitação, de higiene pessoal, higiene habitacional, gestão parental, entre outros.

O último gabinete é o SAAS – Serviço de Atendimento e Acompanhamento Social, gerido pela Dra. Diana e pelo Dr. António, que dividem as várias freguesias do Concelho. Este serviço apoia as pessoas mais desfavorecidas que não têm qualquer pensão ou prestação social, mas que têm algum problema para resolver e, neste gabinete, podem-se informar, aconselhar e ser encaminhadas para o serviço específico à resolução da sua problemática.

No domínio do Acolhimento e Encaminhamento, verificamos que todos os colaboradores que nos receberam tinham uma apresentação cuidada usando roupa limpa e asseada e boa apresentação pessoal, uma boa colocação da voz com tom e ritmo de voz moderados, uma postura prestável com simpatia e uma linguagem clara e objetiva com palavras adequadas o que permitiu a fluência da comunicação entre nós.

Terminamos com um sincero agradecimento a todos aqueles que nos receberam, sem esquecer o Sr. Provedor que nos autorizou a visita.

Curso 5 – Auxiliar de Serviços Gerais II, Resende

Notícias Relacionadas

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024
Skip to content