Visita ao Zoo Santo Inácio – Vila Nova de Gaia

Formandos com técnicas da A2000 em visita ao zoo

No âmbito da UFCD 3522 –“Tratamento de Plantas e Animais”, os formandos do Curso 7 – Assistente Familiar de Apoio à Comunidade II, de Vila Real, visitaram no dia 7 de Fevereiro, o Zoo Santo Inácio, localizado em Vila Nova de Gaia.

Nesta visita identificámos como objetivos reconhecer técnicas básicas de tratamento de plantas e animais, identificar as características individuais dos animais e plantas, observar as várias espécies que fazem parte da natureza, criar as noções da alimentação e higiene dos animais, conhecer a diversidade da flora e fauna existentes, e proporcionar momentos de convívio e lazer.

Começámos por assistir à alimentação dos pinguins onde nos foram transmitidas pelo seu cuidador algumas curiosidades sobre os mesmos tais como: os pinguins serem provenientes da Costa do Chile e do Peru, serem aves marinhas com o peito e face riscados e um chamamento rouco. O pinguim pode parecer desajeitado em terra, mas dentro de água é um excelente nadador, usando as suas asas como barbatanas e a cauda e as patas como leme.

Na exploração do zoo, foi evidente a quantidade e diversidade de espécies de animais e de plantas. Cada uma com uma beleza exclusiva e distinta!

Macacos, leões, rinocerontes, hipopótamos, papagaios, crocodilos, chitas e tantos, mas tantos outros foram vistos a ocupar este espaço.

Cada grupo de animal era apresentado num letreiro onde estava descrito o tipo de alimentação, as características da espécie, o método de reprodução e ainda algumas curiosidades.

Todos nós apreciámos imenso o que vimos, especialmente os macacos, face à interação que houve. Alguns de nós conseguiram tocar nos animais e fazer-lhes carinhos, como por exemplo, ao cão da Pradaria.

Visitamos também o reptilário, inicialmente com certo medo, mas impressionou-nos bastante, devido ao número e variedade de répteis. Neste território, tivemos a oportunidade de ver os tratadores a alimentarem os animais. Frutas e plantas foram os alimentos espalhados. As cobras permaneciam imóveis. Era provável que ainda estivessem a digerir o último mantimento.

O tempo passou rapidamente e o lugar das aves foi o último a ser registado. Aves tão belas e distintas foram avistadas e tocadas por quem quis. Sim, porque muitas permitiram esse contacto!

Para todos nós, esta visita foi muito gratificante porque permitiu-nos interagir com os animais e visualizá-los ao vivo pela primeira vez. 

Foi uma experiencia maravilhosa para todos nós!

Curso 7 – Assistente Familiar e de Apoio à Comunidade II (Vila Real)

Notícias Relacionadas

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024
Skip to content