Visitas da Formação Inicial

Formandos da A2000 visitam Segurança Social de Baião

Visita à Segurança Social de Baião

No âmbito do objetivo de equipa de Baião e do Programa de Desenvolvimento de Competências Pessoais e Sociais – PDCPS que visa aumentar a nossa autodeterminação, nós, formandos do curso 2 de Baião, a Dra. Nídia e o Professor Carlos, no dia 3 de Maio, fomos logo pela manhã visitar a Segurança Social de Baião para saber quais os serviços prestados por esta entidade.

Começámos por nos reunir à porta da Segurança Social com o Professor Carlos e com a Dra. Nídia. Entrámos em grande grupo e aguardámos pela nossa vez. Chegada à nossa vez, o Sr. Barão, Coordenador do serviço local de Segurança Social, cumprimentou-nos e questionou-nos relativamente às nossas dúvidas. Pedimos que nos informasse sobre o tipo de serviços prestados e se podíamos conhecer as instalações.

O Sr. Barão informou-nos que os serviços se baseiam no pedido de reformas/pensões, abonos e RSI. A componente da ação social está excluída, pois agora é a Câmara que tem esse serviço. Após referir esta situação rimo-nos porque uma colega mencionou que “(…) afinal a segurança social só faz coisas boas, pois já não retira filhos aos pais!” (risos).

Após esta introdução o Sr. Barão levou-nos a um primeiro gabinete – Quiosque de Atendimento, onde tem um computador para aquelas pessoas que não têm um computador para tratar dos seus assuntos ou não têm ligação à internet. Todos nós ficámos muito contentes pois, apesar de já termos ido à segurança social, não sabíamos desta possibilidade. Neste mesmo gabinete tinha um painel ligado com vários fios entre si que era a MotherBord da Segurança Social. Ou seja, é o local que distribui todas as nossas informações entre Baião – Porto – Lisboa. É como se fosse um disco externo que guarda e partilha informação.

Passamos depois para o segundo gabinete, o gabinete do Coordenador que pouco é usado por ele, uma vez que ele trabalha na parte da Tesouraria. No entanto, a sua função principal é organizar e partilhar informação com várias entidades, sendo que, para poder esclarecer as dúvidas dos inúmeros clientes, necessita de se atualizar diariamente relativamente à legislação. O Sr. Barão trabalha na Segurança Social do nosso concelho desde o primeiro dia em que abriu. Referiu-nos que no início eram 11 pessoas a trabalhar. Atualmente, são apenas dois, ele e a D.ª Vitória, ou seja, mostrou-nos que ao longo destes anos a Segurança Social foi sofrendo mudanças, que podem ser diárias.

Neste momento, em que mostrávamos maior à vontade com o Coordenador, tivemos oportunidade de tirar dúvidas pessoais, nomeadamente o n.º de anos de descontos para ter reforma por velhice e nº anos de descontos para reforma de invalidez. Questionou-se também a possibilidade de ter RSI e abonos, os quais todos podem requerer, mas depende dos rendimentos, a aceitação e o valor. Isto é o que vigora, mas a qualquer momento pode ser alterado.

Em suma, na Segurança Social pode tratar-se de todos os assuntos desde que nasce um bebé…quer dizer desde que está na barriga da mãe, até à morte da pessoa.

Agradecemos a hospitalidade ao Sr. Barão com um aperto de mão e tirámos uma fotografia de grupo para recordar que não se trata apenas de uma instituição, mas sim de um lugar que trabalha para as pessoas.

Ao Sr. Barão e sem esquecer a D. Vitória… Obrigada e até à próxima.

Curso 2 Auxiliar de Serviços Gerais II – Baião

Visita ao Centro Social de Santa Cruz do Douro

No mês de Maio, os formandos do Curso 2 – Auxiliar de Serviços Gerais II de Baião efetuaram uma visita ao Centro Social de Santa Cruz do Douro, inserida na UFCD 3538 – Saúde da Pessoa Idosa – Cuidados Humanos Básicos. O objetivo da visita era analisar o conceito de qualidade de vida da pessoa idosa e identificar as práticas usadas nas instituições para promover a qualidade de vida da pessoa idosa.

Chegados ao Centro Social de Santa Cruz do Douro, fomos amavelmente recebidos pela Dra. Rosana que nos fez uma visita guiada pelas instalações da IPSS. No desenrolar da visita, a Dra. Rosana ia mencionando as práticas usadas para a promoção qualidade de vida da pessoa idosa nos vários  domínios da vida – alimentação, higiene pessoal e conforto, sono e repouso, saúde, atividade física e animação.

O economato, cozinha e refeitório são as áreas relacionadas com a alimentação, onde os alimentos são devidamente armazenados e confecionados segundo as necessidades nutricionais de cada idoso, o seu gosto pessoal e a sua condição de saúde para serem servidos no refeitório.

No domínio da higiene pessoal e conforto, todos os idosos têm cuidados de higiene diários e com a regularidade que seja necessária. Todos os quartos têm WC para que seja respeitada a privacidade do idoso e estes são encorajados a colaborar para manterem o máximo de autonomia possível. No conforto, existe um salão de cabeleireiro onde semanalmente são tratados os cabelos, barbas e unhas dos idosos. No que respeita às roupas dos idosos, pessoais e de cama, são mudadas sempre que necessário e devidamente tratadas na lavandaria.

No domínio do sono e repouso, é respeitada a privacidade de cada idoso com quartos duplos, onde cada idoso pode colocar os seus objetos pessoais e são respeitadas as rotinas de sono e repouso de cada um. Na área da saúde, os formandos visitaram os gabinetes de enfermagem, o gabinete médico e também a sala de fisioterapia, todos equipados para corresponder às necessidades dos idosos, procurando que nada falte. No domínio da saúde também é feito o acompanhamento dos idosos a consultas e exames médicos no exterior da instituição.

Relativamente  à atividade física e animação, existem várias salas de convívio equipadas com TV, computador e vários jogos para que os idosos realizem as atividades com as animadoras.

Os formandos tiveram a oportunidade de participar numa destas atividades de promoção de qualidade de vida da pessoa idosa, mais concretamente um jogo de Boccia com os idosos. Foi o momento mais divertido da visita em que formandos e idosos tiveram um momento de socialização, trocando conversas e sorrisos e até estratégias de jogo que acabou por se tornar uma verdadeira animação para todos!

Neste momento, os formandos sentiram o valor desta atividade na promoção da qualidade de vida dos idosos que, através da socialização e animação e até da psicomotricidade, lhes colocou um sorriso no rosto e boa disposição.

No final, a Dra. Rosana presenteou-nos com um lanche para repor as energias, um lanche composto por sandes mistas, biscoitos\bolachas sortidas e sumo. OBRIGADO!

Sandra Pinto, Formadora da A2000

Notícias Relacionadas

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024

Doador do mês de maio

10 de Maio, 2024
Skip to content